Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Nossa história


 

1928

1928Acionistas da Companhia Paulista de Estradas de Ferro fundam em São Paulo a Companhia Geral de Imigração e Colonização do Brasil à CGICB.

Como parte de uma estratégia de colonização do país, a CGICB fornece mão-de-obra à atividade agrícola e abre caminhos aos avanços dos trilhos da estrada de ferro.

A economia brasileira gira em torno da cultura do café, produto que serve de atrativo para a CGICB expandir suas ações, trazendo de outros estados trabalhadores para suas lavouras cafeeiras.

 

1929

Com a crise do café, a CGICB divide em lotes seus grandes latifúndios, principalmente na região de Ribeirão Preto/SP.

Os núcleos originais dessas fazendas dariam origem, mais tarde, a diversos municípios do interior de São Paulo.

 

1934

A CGICB muda de nome e amplia sua miss?o. Entra em atividade a Companhia de Agricultura, Imigração e Colonização à CAIC, que passa a desenvolver atividades voltadas à policultura e pequenas propriedades, oferecendo condições de fixação aos trabalhadores do campo.

 

1958

A CAIC muda de nome e amplia sua missão. Mantêm a sigla CAIC, mas altera seu nome para Companhia Agrícola Imobiliária e Colonizadora, passando, também, a comprar e vender imóveis rurais e urbanos.

 

1958

 

1961

1961A CAIC deixa de ser privada, passando para o controle do poder público estadual. Vinculada à Secretaria de Agricultura, a CAIC assume a execução do Programa de Revisão Agrária do Estado.

1970

1970A CAIC incorpora a área de Motomecanização do DEMA – Departamento de Engenharia e Mecânica Agrícola (órgão
1970-DEMAtambém vinculado à Secretaria de Agricultura). Transforma-se, basicamente, em uma companhia de motomecanização agrícola. Passa a prestar serviços remunerados a agricultores em desmatamento, destoca, terraplanagem, conservação e preservação do solo, construção de açudes, barragens de terra e drenagem. Envolve-se com atividades de reflorestamento do Estado.

 

1986

1986O Governo do Estado incorpora a CAIC à Secretaria Executiva de Assuntos Fundiários SEAF, criada para cuidar da implantação do Plano Regional de Reforma Agrária.

A CAIC passa a atuar como braço operacional da reforma agrária no Estado, desenvolvendo e executando projetos de assentamento rural.

É criado o Programa Estadual de Conservação do Solo e da água, que proíbe o desmatamento e torna a conservação do solo prioridade absoluta. Nesse sentido, a CAIC passa a integrar um amplo programa que envolve órgãos públicos e agricultores.

 

1987

CAIC transforma-se em CODASP – Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo.

 

1997

1997A CODASP inicia uma nova fase como prestadora de serviços, executando para o Governo do Estado o Programa Melhor Caminho.

O Programa é destinado à conservação e recuperação de estradas rurais, observando aspectos ligados ao controle dos processos erosivos nas estradas e áreas lindeiras, além da redução do assoreamento dos mananciais. O Melhor Caminho se transforma em referância da atuação da empresa.
PMC